Análise Sintática Comentada - Questões Comentadas
LIVROS CURSOS DICAS BLOG DEPOIMENTOS GRÁTIS ÁREA DO ALUNO

Análise Sintática Comentada - Questões Comentadas

Questão comentada de sintaxe, uma das matérias mais cobradas nas provas de concursos públicos. Aprenda alguns termos e maldades com os comentários do Professor Leo.

O termo destacado foi classificado corretamente em:

a) À onça matou o homem. (sujeito)

O termo "à onça" não pode ser sujeito, uma vez que está com acento grave; o sujeito não vem preposicionado. Note que o sujeito é o termo "o homem", basta colocar a frase na ordem: 

O homem matou à onça.

Empregou-se o acento grave para tirar a ambiguidade, pois não se saberia quem matou quem: se o homem matou a onça ou se a onça matou o homem. Portanto, o termo "à onça" exerce a função de objeto direto preposicionado.

b) Tinha necessidade de ajuda. (objeto indireto)

O termo "de ajuda" não completa verbo, mas o substantivo "necessidade", diante disso, não pode ser objeto indireto, dado que este deve sempre completar o verbo. Embora o termo "necessidade" venha do verbo "necessitar", dentro do contexto, ele assume a função de substantivo, podendo ser empregado o artigo: a necessidade.

Substantivo + de = complemento nominal (sentido passivo)

c) Paula, morreu! (sujeito)

O sujeito não pode vir separado por vírgula, portanto "Paula" deixa de ser sujeito do verbo "morrer". Tal termo é um vocativo, pois é empregado para falar com a pessoa.

vocativo = falo com 

Note que alguém está falando com a "Paula" que alguém morreu; não foi a "Paula" que morreu. Se retirasse a vírgula, a "Paula" seria o sujeito e estaria morta.

d) Considerou o homem honesto. (adjunto adnominal)

O termo "honesto" não acompanha o substantivo "homem", apenas é empregado para caracterizá-lo, assumindo a função de "predicativo". O adjunto adnominal sempre acompanha o substantivo.

Note que "o homem foi considerado honesto"; o termo "honesto" é apenas um predicativo; isso é muito comum com os verbos: considerar, nomear, julgar, chamar...

Considerou o professor ladrão.
Chamou a mulher de boba.
Julgou sábios o homem e a mulher.
Nomearam o jovem nosso rei.

e) Homem sempre havia na empresa. (sujeito)

O termo "homem" assume a função de objeto direto, dado que o verbo "haver" está no sentido de "existir", sendo um verbo impessoal (verbo que não tem sujeito), isto é, ocorre uma oração sem sujeito.

O verbo haver = existir apresenta objeto direto, mas não apresenta sujeito. 

Certamente, você aprendeu muito com estes comentários; aprenda muito mais com nosso curso completo e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

GABARITO: C

Como Aprender Português

Aula de redação, gramática, interpretação e questões 100% grátis.

QUERO ME INSCREVER
Close

50% Complete

Ebook 50 questões de CRASE

Baixe agora o Ebook com Dicas e Macetes do Prof. Leo