Quando Usar o Pronome Relativo Cujo

Quando Usar o Pronome Relativo Cujo?

 

Os pronomes relativos CUJO e CUJA são muito cobrados nas provas de concursos públicos, todavia poucos estudantes sabem como empregá-los em uma frase. Hoje, passarei muitas dicas sobre esse pronome relativo.

Quando usar o pronome cujo?

O pronome cujo é sempre usado entre dois substantivos e serve para indicar a posse de um termo. Ele faz relação entre dois períodos simples, formando um período composto.

Gosto da aula do professor. (Período simples)
A aula do professor é muito boa. (Período simples)

A aula de cujo professor gosto é muito boa. (Período composto)

O que equivale a dizer: Gosto da aula dele.

Qual a função do CUJO?

O cujo exercerá a função morfológica de "pronome relativo", fazendo relação a um substantivo e ocorrerá em períodos compostos. Além disso, ele exerce sintaticamente a função de adjunto adnominal, pois indica posse de um termo.

A obra de cujo autor falei era muito boa.
Falei da obra DELE.

Cuidados com o pronome relativo CUJO

Nunca aceita o acento grave, isto é, não há crase, mesmo que seja o pronome feminino "cuja". 

A obra a cujo autor me refiro é muito cara.
A obra a cuja autora me refiro é muito cara.

Nunca aceita artigo definido "o" ou "a" após si; basta empregar apenas o substantivo. Tal pronome já funcionará como determinante, tanto que apresenta dois gêneros: masculino (cujo) e feminino (cuja).

A obra a cujo autor me refiro é muito cara.
A obra a cuja autora me refiro é muito cara.

Deve sempre concordar com o substantivo posterior, não com o termo antecedente; ele não só variará em gênero, mas também em número.

A obra a cujo autor me refiro é muito cara.
A obra a cujos autores me refiro é muito cara.

A obra a cuja autora me refiro é muito cara.
A obra a cujas autoras me refiro é muito cara.

Tal pronome pode vir antecedido de preposição caso o verbo posterior exija, isto é, dependerá da regência do verbo.

A obra a cuja autora me refiro é muito cara.
A obra de cuja autora falei é muito cara.
Este é o curso em cujo professor todos confiam.

Deve vir entre dois substantivos

A casa de cuja falei ontem era muito velha. = errada
A casa de cuja mulher falei ontem era muito velha. = correta

Certamente você aprendeu muitas dicas em relação ao pronome relativo CUJO. Agora é fazer bastantes questões para fixar o que aprendeu nesta aula. Que tal se preparar totalmente com nosso curso completo de português

 

QUERO APRENDER MAIS, POIS PRECISO SER APROVADO NO CONCURSO:

QUERO MUDAR MINHA VIDA
Close

50% Complete

Ebook 50 questões de CRASE

Baixe agora o Ebook com Dicas e Macetes do Prof. Leo