Questão de Pronome Comentada por Meio de Dicas e Macetes

Questão de Pronome Comentada por Meio de Dicas e Macetes

Que tal aprender mais dicas com o Professor Leo e dominar mais a nossa língua portuguesa! Compartilhe para seus amigos e nas suas redes sociais a questão e veja se seu amigo é capaz de acertar.

Marque a alternativa correta quanto ao emprego do pronome:

a) Este papel aí com você é meu.

O pronome demonstrativo "este" deve ser empregado com o advérbio "aqui"; com o advérbio "aí", emprega-se o pronome demonstrativo "esse".

este = aqui
esse = aí

b) Fica mais fácil para eu falar isso.

Se houver adjetivo antes da preposição "para", devemos empregar o pronome "mim", uma vez que esse pronome exerce a função de complemento nominal. Nem sempre entre preposição e verbo se emprega "eu"; note que a frase está invertida e que o sujeito é oracional (verbo no infinitivo como sujeito).

Falar isso fica mais fácil para mim.

O pronome "eu" só pode ser empregado entre preposição e verbo no infinitivo se tal pronome for o sujeito do verbo seguinte:

É para eu falar tudo.

Nesse caso, o sujeito é o pronome reto "eu". 

Com adjetivo + para (mim) + verbo no infinitivo
Sem adjetivo + para (eu) + verbo no infinitivo

c) Entre ela e eu nunca houve nada.

Após a preposição "entre" não se deve empregar o pronome reto "eu"; esse pronome não pode ser complemento, apenas sujeito. Deve-se empregar os pronomes: mim, ti, ela, ele...

Entre ela e mim.
Entre você e ti.
Entre você e mim.
Entre mim e ti.

Essas são construções corretas, ficando erradas as construções abaixo.

Entre ela e eu.
Entre você e eu.
Entre eu e mim.
Entre eu e ti.

d) Homens bastantes vieram à festa.

O termo  "bastantes" é variável e deve sempre concordar com o substantivo a que se refere, nesse caso, apresenta ideia de "quantidade" e será considerado um pronome adjetivo.

bastantes + substantivo no plural = Bastantes homens vieram.
substantivo no plural + bastantes = Homens bastantes vieram.

"Bastante" é empregado apenas para "intensificar" o verbo, adjetivo ou advérbio; ficando sempre invariável nesse sentido.

Elas falaram bastante ontem. = intensificar
Vi muitas mulheres bastante felizes. = intensificar

e) Eu a amo e não vivo sem ti.

Uma superdica é que "T" puxa "T": se houver um pronome com T, o outro pronome também deverá ter a letra T. Isso é chamado de correlação pronominal.

Eu te amo e não vivo sem ti.
Teu pai quer falar contigo agora.

Outro forma seria retirar o pronome "ti" e substituí-lo por "você", desta forma: Eu a ama e não vivo sem você.

Certamente, você aprendeu muito mais que aprenderia em uma aula de curso normal; agora é colocar em prática para fixar o que aprendeu. Aproveite e conheça nosso método de ensino em que você aprende de forma clara e objetiva.

GABARITO: D

QUERO APRENDER MAIS, POIS PRECISO SER APROVADO NO CONCURSO:

QUERO MUDAR MINHA VIDA
Close

50% Complete

Ebook 50 questões de CRASE

Baixe agora o Ebook com Dicas e Macetes do Prof. Leo