Questões Comentadas de Concordância Verbal da Banca UPENET
OFERTA LIMITADA: ASSINE O PLANO DIAMANTE E LEVE JUNTO [GRAMÁTICA SIMPLIFICADA]

Questões Comentadas de Concordância Verbal da Banca UPENET

 

A Concordância verbal é um dos assuntos mais queridos das bancas de concursos públicos, por isso é muito importante estudá-la com frequência e, além disso, apresenta dezenas de casos de concordância.

O que fazer para acertar questões de concordância?

O primeiro passo é  encontrar o verbo;
O segundo passo é questionar o verbo;
O terceiro passo é concordar com o sujeito encontrado.

O verbo é o foco para se fazer a devida concordância verbal, pois é por meio dele que encontramos o sujeito; lembre-se de que o sujeito apresenta como núcleo uma palavra substantiva.

Comentários da questão da UPENET

a) A expressão "a maioria dos" permite que o verbo fique tanto no singular quanto no plural, podendo concordar com o termo "maioria", o qual o verbo ficará no singular e com o substantivo após a preposição "dos".

A maioria das pessoas prefere...
A maioria das pessoas preferem...

b) O verbo "fazer" no sentido de tempo decorrido (tempo passado), ficará sempre no singular, por ser um verbo impessoal (verbo que não apresenta sujeito). 

Faz 1 ano que ele se foi.
Faz 20 anos que ele se foi.

Nesse caso, ocorre o sujeito inexistente (oração sem sujeito), por isso o verbo fica sempre no singular.

c) Muito cuidado com o enunciado das questões, foque sempre no que ele pede, já que muitos candidatos têm o costume de procurar outros erros; o que foi solicitado foi a questão de concordância verbal, não pontuação.

Muito cuidado com os verbos "ter" e "vir", pois eles, na concordância verbal, serão flexionados por meio do acento "circunflexo".

Sujeito no singular = verbo sem acento
Sujeito no plural = verbo com acento 

Ele tem estudando muito.
Eles têm estudado muito.

Na frase "Quem as tem...", apresenta o sujeito. "quem = ele", logo o verbo deve ficar no singular, isto é, sem acento.

d) As locuções verbais formadas pelo verbo "haver" ficarão sempre no singular, desde que o verbo "haver" apresente sentido de "existir".

Deve haver pessoa serena...
Deve haver pessoas serenas...

É outro caso de oração sem sujeito, porque o verbo é impessoal, ficando no singular.

e) O verbo é "despertar", vamos questioná-lo:
O que desperta? A resposta é simples: Discussões.

Portanto, o verbo deve ficar no plural: Discussões...despertam...

Note que para complicar a vida do concurseiro, a banca distancia o sujeito do verbo, tornando a concordância mais complicada.

Aprenda mais com nosso curso de português do básico ao avançado e saia na frente de seus concorrentes. O curso de português é composto de gramática, redação e interpretação de texto. Além disso, você terá acesso ilimitado e suporte durante 1 ano.

PORTUGUÊS TOTAL POR 1 ANO + GRAMÁTICA SIMPLIFICADA

APENAS 12X48.62
Close

50% Complete

Ebook 50 questões de CRASE

Baixe agora o Ebook com Dicas e Macetes do Prof. Leo