ASSINE O PLANO ANUAL E GANHE A COLETÂNEA

6 Tipos de aposto na língua portuguesa

O aposto é uma palavra ou expressão capaz de explicar um substantivo, tendo a função de qualificá-lo. Nem sempre o aposto precisa ter pontuação, é possível encontrar aposto sem a presença de vírgula ou de qualquer pontuação.

1 - APOSTO EXPLICATIVO

Apresenta pontuação.
Pontuação mais comuns (vírgula, vírgulas, dois pontos e travessões).
Deve haver substantivo antes da pontuação.

1. Conheci o Professor Leo - jovem estudioso.
2. Conheci o Professor Leo: jovem estudioso.
3. Conheci o Professor Leo, jovem estudioso.

Perceba que a expressão "jovem estudioso" explica o substantivo "Professor Leo". É possível também haver aposto no meio da frase:

1. Pelé - Rei do futebol - está doente.
2. Pelé, Rei do futebol, está doente.
3. Pelé (Rei do futebol) está doente.

2...

Quero saber mais...

Como identificar o adjunto adnominal de vez

Como entender o adjunto adnominal

O adjunto adnominal é quando o substantivo é acompanhado por cinco classes gramaticais: pronomes, locuções adjetivas, artigos, numerais e adjetivos. Essas classes morfológicas desempenharão sintaticamente a função de adjunto adnominal. Para você memorizar de forma mais clara, criamos um tática mnemônica:

PLANA = ADJUNTO ADNOMINAL

Pronomes
Locuções adjetivas
Artigos
Numerais
Adjetivos

Vamos ao conceito de cada termo para você entender melhor o adjunto adnominal:

Pronomes: neste caso serão os pronomes adjetivos, ou seja, que acompanham o substantivo, podendo ser os possessivos (sua - tua - minha - nossa - vossa); os demonstrativos (aquele - esse - este); os indefinidos (outra - todo - qualquer) e variações desses pronomes.

Locução adjetiva: é formada por (preposição + substantivo), normalmente, podendo ser...

Quero saber mais...

10 casos proibidos de crase para concursos públicos

Casos proibidos de crase é uma matéria de crase muito cobrada tanto em concursos públicos quanto em vestibulares; pensando nisso, eu separei para você este super artigo falando sobre os casos proibidos de crase. Sabendo os casos proibidos de crase, ficará muito mais fácil de acertar uma questão sobre essa matéria. Prepare-se, então, para entendê-los.

Caso 1
Antes de palavras masculinas: Quando uma palavra for masculina, ela aceitará o artigo definido "o".

1. Refiro-me a aluno que não faz o exercício.
2. Gostou de andar a e a cavalo.

Caso 2
Antes de palavra no plural (a+plural): Nesse caso, o "a" será apenas preposição, já que não concorda com o substantivo.

1. Vou a festas de vários jovens.
2. Refiro-me a mulheres mais maduras.

Caso 3
Antes de pronomes, em geral: Os pronomes não aceitam artigo, por essa razão o "a"...

Quero saber mais...

Concordância do Verbo Haver nos Concursos Públicos

Verbo existindo nos públicos

Verbo HAVER is um dos verbos mais cobrados nas provas de cargos públicos e vestibulares, pois apresenta algumas maldades. Explicarei, nesta aula de português, para você sair bem

HAVER = EXISTIR = VERBO NO SINGULAR

Sempre que você pode substituir o verbo “haver” pelo verbo “existir”, tal verbo ficará no singular; p ois Sujeito Não Tem, ocorrendo Sujeito inexistente OU Oração sem Sujeito . Nesse caso, chamamos de verbo impessoal .

Atenção:

  • Verbo sempre não singular nenhum sentido de “existir”.
  • Ocorre sujeito inexistente orthing sem sujeito.
  • Conhecido como verbo impessoal.
  • Apresentará objeto direto como complemento do verbo.
  1. Havia muitas pessoas lá. = Existiam muitas pessoas lá.
  2. Não houve vagas suficientes. = Não existiram vagas suficientes.
  3. Sei que haverá bastantes...
Quero saber mais...

Como usar onde e aonde e donde?

Há muita dúvida quando o assunto é o uso de "onde, aonde, de onde e donde”. Hoje, nesta dica de gramática, explicarei de forma simples e objetiva como o usá-los.

DE ONDE / DONDE = ORIGEM

Isso mesmo! Esses dois termos são iguais. O advérbio donde é uma palavra correspondente na língua portuguesa, embora seja pouco usada. Vamos empregá-la sempre que que apresentar ideia de “origem, procedência”, isto é, quando o verbo pedir a preposição “de”. 

1. De onde ele veio agora. Veio de onde ?
2. Não sei de onde procedem esses pássaros. Procedem de onde ?
3. Saiu de onde nem imaginai. Saiu de onde ?

Perceba que fica mais fácil usar o termo “de onde”, já que ele equivale a “donde”, basta fazer a substituição.

1. Donde ele veio agora. Veio...

Quero saber mais...

Plural dos Substantivos Compostos

Muitos alunos tendem a ter dúvidas quanto ao plural dos substantivos compostos, por isso desenvolvi uma superdica para ajudar você.

CASOS VARIÁVEIS (SAN)

Substantivo (Nomeia os seres)
Adjetivo (Qualifica o substantivo)
Numeral (Quantifica o substantivo)

Couve-flor  = couves-flores 
Amor-perfeito  = amores-perfeitos 
Mão-boba  = mãos-bobas 
Guarda-civil  = guardas-civis
Primeira-dama  = primeiras-damas
Segunda-feira  = segundas-feiras
Meio-fio  = meios-fios

Veja que é mais fácil fazer o plural de substantivo composto. Basta saber o que é substantivo, adjetivo e numeral. Sabendo que essas três classes morfológicas, você será capaz de pluralizar os substantivos compostos de forma rápida e segura. Há casos em que os termos ficam invariáveis, sendo:

CASOS INVARIÁVEIS (VAPI)

Verbo
Advérbio
Prefixo
Interjeição

Quando o...

Quero saber mais...
Close

50% Complete